#falaQueEuTeLeio

Sou a Ana Lu e meio suspeita para falar da banda, por ser fã e admirá-los muito, porém tentarei ser o mais invisível e imparcial possível!

Tudo começou em 2006, como uma banda independente, fazendo tudo na ”raça”, sempre batalhando para conseguir o que querem.

Falo da banda Etna. Uma banda composta por quatro homens (com aparência de menino) simpáticos, bem humorados, batalhadores, apaixonados pelo que fazem e com um sonho em comum: ter uma banda de rock e serem ouvidos Brasil a fora.

Com um carisma indiscutível, Duane (baixista e vocalista), Gus (guitarrista), Fabio (backvocal e guitarrista) e Peli (bateirista) vêm, cada dia que passa, conquistando mais e mais pessoas.

Logo abaixo, Duane deu uma entrevista pra minha amiga Karen. Vamos ver!!

1. Como é o seu mundo do rock?

O meu mundo do rock é como uma explosão de acontecimentos, trabalho, festas, pessoas legais, pessoas não tão legais, e muita história pra contar.

2. Como o rock surgiu na sua vida?

Não surgiu… nasci com ele junto

3. O que são as “EtnaGirls” e qual sua relação com elas?

Se eu tentasse explicá-las pelo tanto que elas merecem, com certeza não conseguiria. Mas resumo que elas são só amor, e minha relação com elas é digna de um livro.

4. Fale um pouco sobre esse ano, o single na rádio, o lançamento do clipe, enfim, o crescimento da banda.

Viramos 2010 com as melhores expectativas possíveis, como já sabíamos, é o nosso ano… Nossa musica será lançada pra todo o país, com Só Eu Sei, de carro chefe, uma musica escolhida a dedo por nós, pela alegria, pegada, letra facil, e melodia grudenta, mostrando que somos uma banda de rock. o clipe foi gravado, super aprovado por todos nós, foi o nosso primeiro clipe, pois antes não tínhamos condições de gravar. O ETNA é uma banda de rock, pronta pra ser vista por muita gente, mesmo fora da cena underground… que praticamente não existe mais, ou só existe pra quem segue a ultima tendência. Estamos empolgados com o que tá pra rolar!

5. O que você acha da cena atual, o fato de surgirem inúmeras bandas na internet?

Talvez não concordem comigo, mas eu digo pelo que já vi e vivi dessa cena até hoje: não chamo isso de cena. nao é mais a musica que tá posta em questão, e sim outros pontos que eu, como musico, desconsidero. Ter uma cena de verdade acontecendo, é ter um sentimento verdadeiro pelo que se faz… com gosto, com vontade. Hoje em dia, parece ser feio você ter que ralar pra conquistar de pouquinho em pouquinho, aprender tomando paulada na cabeça, não ter grana pra criar sua estrutura… hoje a mulecada sente vergonha de dizer que passa por isso, todo mundo quer parecer perfeito, com o cabelo arrumado e sempre falando as mesmas coisas. ter uma cena de verdade, é ter banda que se preocupa com sua musica, independente dela ser comercial ou não. vi muitas bandas boas de verdade desistirem, e outras mudarem sua essência, só pra acompanhar o que tá rolando, e deixarem de ser o que sempre foram. Tocar por fama e dinheiro? É o que eu mais vejo atualmente. Surgirem inúmeras bandas na internet? É sempre bom. Mas melhor é quando começarmos a ver surgirem inúmeras Bandas, com B maiúsculo.

6. Em sua opinião, qual a diferença de ter uma banda independente ou com uma gravadora?

Ser independente é sempre muito bom, porque a banda faz o que der vontade, quando e onde quiser, sem precisar consultar ninguém pra fazer as coisas, seja lançar um cd, clipe, ou o que for. Ter uma gravadora significa que a banda tem que compartilhar as ações e ideias com um grupo de pessoas que trabalha com isso. De inicio, para a banda é meio complicado de entender, aceitar e fazer as coisas rolarem com a gravadora, e fazê-los conhecer esses músicos de verdade. Mas se a banda consegue mostrar que sabe mais do que qualquer pessoa sobre o que é melhor pra sua carreira, a gravadora vai te entender, e vai trabalhar junto numa boa. Ter uma gravadora é ter toda oportunidade de fazer o que praticamente ninguém consegue fazer quando é independente, que é entrar na mídia com força total.

7. O que você espera dos fãs de ETNA e da própria ETNA daqui pra frente?

Espero que nos apóiem nos seduzam como sempre, nos façam orgulhosos cada vez mais, e não digam “vocês viraram modinha, agora eu odeio vocês” quando nos ouvirem na radio isso é brega hein?

Quanto à minha banda, espero que a gente continue nesse caminho, com essa visão, sempre pensando em melhorar, tocar, escrever, compor, enfim… fazer cada vez mais musicas melhores, ao nosso gosto. Estamos aqui pela musica, e não por outro motivo. Que o ETNA tenha uma vida longa, cheia de CDs bons e fãs de musica de verdade. Tá certo que eu vou sensualizar, mas isso é outro papo… haha.

Anúncios

~ por Pedro A. Chavedar em 11/02/2010.

2 Respostas to “#falaQueEuTeLeio”

  1. demais o post, demais o blog, tá de parabéns pe!

  2. Muiiito bom *-* concordo com a karen, ‘demais o post, demais o blog’ ! obg por deixar-nos invadí-lo e escrever sobre eles . hahaha !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: